Duas pessoas morreram durante a noite de sexta-feira no Reino Unido em consequência da chuva e dos ventos fortes, que causaram também o cancelamento de ligações ferroviárias e voos, incluindo no aeroporto londrino de Heathrow.

Um homem de 85 anos morreu num cruzeiro que foi atingido por uma onda no canal da Mancha, onde os ventos atingiram mais de 100 quilómetros por hora, enquanto uma mulher de 49 anos morreu no centro de Londres, quando parte de um edifício caiu em cima do carro em que seguia.

Segundo a Associação de Redes Elétricas do Reino unido, citada pela agência noticiosa Efe, mais de 140 mil casas de Inglaterra e Gales estão hoje em eletricidade por causa do temporal, que os meteorologistas estimam possa abrandar no domingo.