Silvio Berlusconi garante ter novas provas da sua inocência e anuncia que as vai apresentar em breve para reabrir o processo Mediaset, que o condenou a quatro anos de prisão pelo crime de fraude fiscal.

O anúncio foi feito numa inesperada conferência de imprensa esta tarde, precisamente a dois dias do Senado votar a sua expulsão.

No fim de semana, Berlusconi tinha dito que votarem pela sua saída da Câmara Alta será um golpe de estado.

Esta segunda-feira, garantindo que tem novas provas da sua inocência e que serão apresentadas no tribunal de recurso para reabrir o processo, o antigo primeiro-ministro apelou aos senadores para adiarem a votação sobre a sua expulsão, marcada para quarta-feira.