A Assembleia Nacional da Venezuela (parlamento) aprovou, esta terça-feira, uma comissão especial para investigar a morte de 16 recém-nascidos nas últimas 72 horas num hospital público, após o pedido de um deputado da oposição.

«Desde sexta-feira até segunda-feira morreram 16 recém-nascidos no Hospital Luis Razetti. Estou a falar de uma situação bastante alarmante, estou a falar com a maior objetividade possível sem fazer disto um ‘show’ político», disse, no parlamento, o deputado do partido Primero Justicia (oposição), Marcos Figueroa.

Na sequência do pedido de investigação, foi designada a Comissão de Desenvolvimento Social do Parlamento.