Os Estados Unidos agradeceram à União Europeia a sua «enorme cooperação» na crise da Ucrânia por ocasião do 9 de maio, Dia da Europa, ocasião aproveitada para sublinhar também a importância de alcançar um acordo de comércio livre transatlântico.

«Continuamos firmes no nosso compromisso para trabalhar de forma estreita com os nossos amigos europeus e avançar na paz e prosperidade no mundo e no apoio à visão da União Europeia de uma Europa unida, pacífica, estável e democrática¿, disse o Secretário de Estado norte-americano, John Kerry, em comunicado.

Por outro lado, acrescentou o governante norte-americano, os Estados Unidos «agradecem à União Europeia a sua enorme cooperação para apoiar o povo da Ucrânia no seu direito de escolha do próprio futuro», numa alusão ao apoio entre Washington e Bruxelas face à crise desencadeada com a anexação russa da península da Crimeia, depois de um referendo a favor dessa opção.

John Kerry, que especificou no comunicado que as suas declarações eram partilhadas no conteúdo pelo Presidente Barack Obama, reafirmou as vantagens de um acordo comercial entre os dois blocos.

«Com o acordo aprofundaremos a nossa aliança económica transatlântica, aumentaremos o bem-estar económico de ambos os lados do Atlântico e estabeleceremos a forma de fazer negócios que pode vir a servir como modelo global», disse.

A nota norte-americana surge quando a Europa comemora a Declaração Schuman, que deu origem à atual União Europeia.