A União Europeia e os Estados Unidos assinaram esta quinta-feira um acordo de proteção de dados pessoais transferidos de um para outro lado do Atlântico numa tentativa de combater o crime e o terrorismo.

O chamado acordo geral, assinado na cidade holandesa de Amesterdão, é o culminar de cinco anos de negociações perturbadas pelas preocupações europeias desencadeadas pela revelação de violação de privacidade norte-americana em grande escala.

Vai melhorar a cooperação entre as autoridades policiais norte-americanas e europeias quando combaterem crimes graves e terrorismo”, disse o ministro da Justiça holandês, Ard van der Steur, na cerimónia de assinatura do acordo, durante a presidência semestral holandesa da UE.