O número de países atingidos pelo caso dos ovos contaminado com o insecticida tóxico Fipronil15 subiu para 15. A lista inclui Hong Kong, que é a única região afetada fora da União Europeia.

O porta-voz da União Europeia para as trocas comerciais e para a agricultura, Daniel Rosario, informou, esta sexta-feira, que na UE, há 14 países visados: Áustria, Eslováquia, Dinamarca, Bélgica, Alemanha, França, Suíça, Reino Unido, Luxemburgo, Suécia, Roménia, Holanda, Itália e Irlanda. 

O caso começou no início do mês na Holanda e na Bélgica, países onde há vários produtores de ovos sob investigação.

Também em França e na Alemanha foi proibida a produção em várias quintas. 

O Fipronil, usado para eliminar ácaros e insetos, é considerado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como “moderadamente tóxico” para o homem, quando usado em grandes quantidades. O uso deste pesticida é expressamente proibido em animais destinados ao consumo humano.

A Agência para a Saúde e Segurança Alimentar da Áustria (AGES) informou que as quantidades de fipronil encontradas são perigosas para a saúde de um adulto, se este ingerir mais de sete ovos por dia.

A Comissão Europeia anunciou, nesta sexta-feira, que vai convocar os países do bloco afetados pelo escândalo dos ovos contaminados quando os factos forem apurados.