O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, assegurou terça-feira à chanceler alemã, Angela Merkel, que os fornecimentos de gás russo à Europa não serão interrompidos devido à crise na Ucrânia, referiu o Kremlin em comunicado.

Em paralelo, o líder do Kremlin avisou a chanceler alemã que a Ucrânia está à beira de uma guerra civil, após o Governo de Kiev ter enviado forças militares contra manifestantes pró-russos no leste do país, acrescenta o texto.

«O Presidente russo sublinhou que a escalada brutal do conflito colocou o país, de facto, à beira da guerra civil», refere uma declaração emitida pelo Kremlin na sequência de uma conversa telefónica entre os dois líderes.