Pelo menos 17 pessoas morreram, este domingo, num incêndio num lar temporário para idosos na região de Kiev, Ucrânia. As informações foram avançadas pelo Serviço Estatal de Situações de Emergência. De acordo com a Agência Efe, o fogo começou por volta das 04:00 da manhã locias (menos duas horas em Lisboa).

As autoridades adiantam que "o fogo se propagou por todo o edifício", onde se encontravam, segundo dados preliminares, 35 pessoas. “Os serviços de emergência conseguiram salvar 18 pessoas, das quais cinco tiveram de ser hospitalizadas, com queimaduras de vário tipo”, disse o ministro das emergências ucraniano, tendo os serviços conseguido resgatar 18 pessoas.

Já foram resgatados 16 corpos das 17 vítimas mortais. As autoridades já iniciaram uma investigação ao caso.

De acordo com a BBC, o primeiro-ministro, Vladimir Groisman descreveu o fogo como uma “tragédia terrível, que provocou danos irreparáveis”. Groisman já manifestou pesar e transmitiu condolências às famílias das vítimas.