Os combatentes pró-russos condicionaram hoje a assinatura de um entendimento com a Ucrânia ao reconhecimento da soberania sobre as áreas que controlam no leste do país pelo Governo de Kiev.

«Esperamos que o documento seja assinado sob nossas condições. Claro, estamos a falar de independência», assegurou à agência russa Interfax Alexandr Zakharchenko, líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, no começo das negociações com a Ucrânia, em Minsk.

O dirigente separatista fez estas afirmações antes do início das negociações com a Ucrânia, num hotel da capital bielorussa, onde há duas semanas as duas partes acordaram um cessar-fogo.