“É só um momento”. Este é o pensamento de vários donos de animais quando se trata de deixar o cão dentro do carro, às vezes sem uma frincha da janela aberta, para ir “num pé e voltar noutro” fazer uma coisa qualquer que não demora mais de “um momento”.

Tyrann Mathieu, jogador da equipa da NFL Arizona Cardinals, aceitou participar na campanha da PETA que visa mostrar ao mundo o que acontece quando se deixa um animal dentro de um carro fechado num dia de sol.

Mathieu entrou no carro quando os termómetros marcavam 32º. Janelas fechadas, carro desligado e sem nenhuma janela aberta. Ao longo de oito minutos, o jogador foi desabafando sobre o que estava a sentir.

“Honestamente, não consigo imaginar deixar o meu cão num carro assim. Estou ansioso para sair”, afirmou Mathieu.


Ao fim de oito minutos, quando a temperatura atingiu os 44 graus, Mathieu abriu a porta e saiu do carro.

A mensagem da PETA surge então no ecrã e é muito simples: os cães não conseguem abrir portas de carros.