O Twitter lançou uma lista que revela quais foram os tweets mais populares de 2017, e, surpreendentemente, é Barack Obama quem fica com a medalha de prata, num ano marcado pela atividade regular do atual presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. 

Segundo a lista, Barack Obama perde apenas a liderança da tabela para Carter Wilkerson, o jovem de 16 anos que conseguiu bater o recorde de Ellen DeGeneres no Twitter e ganhar um ano de nuggets grátis.  

Assim, o antigo presidente dos EUA arrecadou o segundo tweet mais popular de 2017 com o post em que condena o racismo, citando uma das frases de Nelson Mandela - "Ninguém nasce com ódio a outra pessoa por causa da sua cor de pele, da sua origem ou da sua religião..." - depois dos protestos da extrema-direita em Charlottesville. No total, a publicação feita a 13 de agosto, contou com mais de 1,7 milhões de retweets e cerca de 5 milhões de gostos. 

Barack Obama fez, ainda, mais duas publicações que também constam no top 10 desta lista - uma em segundo lugar, outra em quinto -, ambas com mais de 1,5 milhões de gostos, e que remontam à altura que o seu cargo de presidência chegou ao fim.

 

Também a publicação feita por LeBron James, um jogador norte-americano da NBA, entra na lista, depois de Donald Trump ter retirado o convite aos Golden State Warriors a participarem num evento na Casa Branca. 

 

 

Em quarto lugar está uma publicação de Ariana Grande, depois do atentado terrorista durante o seu concerto, que teve em lugar Manchester em maio deste ano.

 

O top 10 conta ainda com publicações de Linkin Park no dia em que morreu Chester Benington, Penn State Interfraternity CouncilSam MartinHarry Styles.