A onda de ataques de vespas já fez 42 mortos na China. Mais de 1600 pessoas foram picadas e 37 continuam em estado crítico, de acordo com as autoridades locais. A cidade de Ankang, onde morreram 19 pessoas, é uma das mais afetadas.

O inseto, uma vespa gigante asiática, pode chegar até aos seis centímetros e é a maior do mundo. A espécie costuma alimentar-se de outros insetos, como as abelhas.

Na origem dos ataques estará o clima mais seco e quente deste ano, adiantam as autoridades chinesas.

O Governo da província de Shaanxi mobilizou uma equipa de médicos e enfermeiros para tratar as vítimas.