Pelo menos 200 civis do Sudão Sul morreram esta terça-feira num acidente de ferry no estado do Alto Nilo quando fugiam de combates na cidade de Malakal, anunciou um porta-voz do Exército.

«As notícias que nos chegam dão conta de 200 a 300 pessoas, incluindo mulheres e crianças. O barco estava sobrelotado. Afogaram-se todos. Eles estavam a fugir dos combates que foram retomados na cidade de Malakal», capital do estado do Alto Nilo, no Sudão do Sul, disse o porta-voz do Exército Philip Aguer à agência de notícias francesa AFP.