O senador filipino e ex-ator Ramon «Bong» Revilla foi detido esta sexta-feira depois de se entregar ao Tribunal anticorrupção que o acusa de fazer parte de uma trama de má utilização de fundos públicos em projetos de desenvolvimento.

Revilla, membro de uma poderosa família de Cavite, apresentou-se ao tribunal acompanhado de familiares e seguidores, tendo a ordem de prisão sido emitida algumas horas depois.

«Sou inocente de todas as acusações. Sou uma vítima do jogo sujo da política», disse Ramon Revilla aos jornalistas antes de entregar-se, reportou a televisão ABS-CBN.