A polícia francesa começou a expulsar esta quarta-feira, cerca de 800 imigrantes da Ásia, Médio Oriente e África, que viviam em acampamentos em Calais, na zona portuária.

Estes imigrantes encontram-se à espera de uma oportunidade para chegar a Grã-Bretanha e dizem que não têm para onde ir.

As autoridades alegaram argumentos sanitários para este despejo.