A polícia norte-americana anunciou hoje ter encontrado, em boas condições, um raro e precioso violino «Stradivarius», roubado na semana passada no estado de Wisconsin (norte).

Uma fotografia do instrumento, um violino com 300 anos feito pelo famoso artesão italiano Antonio Stradivarius, foi divulgada na rede social de mensagens instantâneas «Twitter», na conta da polícia do estado de Milwaukee, para celebrar a descoberta da peça em boa estado.

O «Stradivarius», avaliado em 3,69 milhões de euros, foi roubado a 27 de janeiro, quando três ladrões armados, dois homens e uma mulher, atacaram o primeiro violino e solista da Orquestra Sinfónica de Milwaukee Frank Almond, após um concerto no Colégio Luterano de Wisconsin.

Ainda existem perto de 600 violinos «Stradivarius», apreciados pela incrível e inimitável sonoridade.

Em 2011, um «Stradivarius» foi vendido por cerca de 11 milhões de euros, num leilão de solidariedade para as vítimas do maremoto do Japão, a 11 de março do mesmo ano.

O «Lipinski Stradivarius» roubado na passada semana tinha sido emprestado por um anónimo, cuja família - do Wisconsin - possui o instrumento há mais de 50 anos. O violino foi fabricado em 1715, em Cremona.

As autoridades rejeitaram a possibilidade de que os três ladrões façam parte de uma rede organizada.