A Polícia australiana apreendeu num laboratório clandestino de Sydney cerca de 120 litros da substância sintética PMMA, que se utiliza para fabricar uma droga similar ao ecstasy, na maior apreensão do género, informou nesta quinta-feira a imprensa local.

Segundo as autoridades australianas essa quantidade de PMMA (para-metoximetilanfetamina) daria para fabricar cerca de 480.000 pastilhas, com um valor aproximado de 11,8 milhões de euros, segundo a cadeia local ABC.

A PMMA é um híbrido parecido ao MDMA, o principal ingrediente para a elaboração do ectasy.