O papa Francisco apoiou este domingo o «diálogo iniciado» no conflito na Ucrânia e defendeu que se pode «continuar e obter o fruto esperado», na sua alocução depois da oração do Ângelus.

«Ainda que tenha ouvido hoje notícias pouco reconfortantes, espero que [os passos para a trégua] possam trazer alívio à população e contribuir nos esforços para uma paz duradoura», afirmou.

«Rezo para que, dentro da lógica do encontro, o diálogo começado possa continuar e obter o fruto esperado», disse Francisco sobre o conflito na Ucrânia.