Um homem em St. Luis, nos Estados Unidos, matou um assaltante e feriu outro, quando os dois agarraram a filha de 17 anos e apontavam uma arma à cabeça da jovem.

O pai tinha ido visitar a filha a casa, quando a adolescente saiu para ir até ao carro, e dois homens surpreenderam-na e apontaram-lhe uma arma a cabeça, ordenando-lhe que voltasse para dentro de casa, segundo relatórios da estação de televisão KTVI.

Tentando salvar a filha, o homem de 34 anos, pegou numa arma de fogo e atirou contra os dois homens, matando um deles e ferindo o outro.

«Eles estavam a segura-la como refém. Era um escudo humano. Então eu fiz o que tinha de ser feito», explicou o pai à KTVI.

Um dos assaltantes, que sofreu ferimentos no peito e nas coxas, é acusado de homicídio, sequestro e roubo, de acordo com a «CBS St. Louis».

O pai que é contra a violência pediu desculpa às famílias dos dois assaltantes. «Eu gostava que isto não tivesse acontecido», disse à KTVI. «Às mães, pais, e todas as outras pessoas envolvidas, peço desculpa».



A adolescente não sofreu nenhum ferimento.