As autoridades mexicanas confirmaram, esta sexta-feira, uma segunda vítima mortal da explosão de uma caldeira de uma fábrica, ocorrida na quinta-feira, em Ciudad Juarez, no norte do país, que causou 51 feridos, 11 dos quais graves.

Um jovem de 18 anos, que estava internado em estado crítico, foi a segunda vítima mortal da explosão, depois de o primeiro corpo ter sido encontrado ainda no interior do imóvel.

De acordo com o diretor da Proteção Civil de Ciudad Juárez, no estado de Chihuahua, a explosão ocorreu no segundo piso da fábrica norte-americana, onde se encontravam aproximadamente 300 trabalhadores.