O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou na sexta-feira que tomará novas medidas para combater a escassez de produtos no país e uma alegada «guerra económica» de setores minoritários contra o seu governo.

«Os que estão a limitar o abastecimento de alguns produtos, os que fazem a guerra económica contra o povo, depois não se queixem», disse.

Nicolás Maduro reuniu, sexta-feira, no palácio presidencial de Miraflores com a sua equipa para analisar o crescimento económico e procurar alternativas para enfrentar a falta de alguns produtos que nos últimos meses se tem feito sentir no mercado venezuelano.