Um juiz agrediu um defensor público durante um julgamento na Florida. A discussão entre os dois terá começado quando o defensor público se recusou a renunciar o direito do seu cliente a ter um julgamento rápido.

A estação de televisão Florida publicou o vídeo que parece mostrar o juiz a repreender o defensor público, mas as agressões não são visíveis no vídeo, apenas consegue ouvir-se a discussão forte entre os dois.

«Sabe que se eu tivesse uma pedra agora atirava contra si», ameaçou o juiz Murphy. Momentos depois, o juiz irritado disse-lhe: «Se quiser lutar vamos sair lá para trás e vou bater-lhe».

Os dois homens em seguida deixaram a sala de tribunal, e continuaram com as agressões numa zona onde não havia câmaras, e segundo conta um advogado de defesa, o juiz agrediu-o ao soco.

Já depois da confusão chegou o testemunho: «O advogado disse que, imediatamente ao entrar no corredor, foi agarrado pelo colarinho e começou a ser atingido», disse à estação de televisão outro defensor público.

Murphy não foi preso e não deverá pagar uma multa. No entanto, o gabinete do advogado oficioso disse que o incidente será relatado na Ordem dos Advogados da Florida.