Os Estados Unidos incluíram a Venezuela na «lista negra» de países que não cumprem, nem se esforçam para cumprir, os padrões mínimos de combate ao tráfico de pessoas, noticia hoje a imprensa venezuelana.

«Com a inclusão na «lista negra», países como a Venezuela ficam sujeitos a possíveis sanções, como o congelamento da ajuda não humanitária e não comercial, ou a proibição de receberem empréstimos de instituições multilaterais, como o Fundo Monetário Internacional e o Banco Mundial, segundo dita a lei norte-americana», diz o El Universal.

Segundo aquele diário, a «lista negra» foi divulgada sexta-feira, como parte do relatório anual do Departamento de Estado sobre o tráfico de pessoas, que indica que 32 países não cumprem os critérios definidos, entre eles Cuba, Rússia, Arábia Saudita, Tailândia e Malásia.