Um norte-americano e um filipino foram declarados culpados, na passada quinta-feira, 25 de Setembro, por terem conspirado para ajudar «jihadistas» no estrangeiro e matar soldados norte-americanos. Segundo a agência Lusa, o tribunal californiano pode condená-los a prisão perpétua.

O norte-americano Sohiel Omar Kabir, de 36 anos, e o filipino Ralph Deleon, de 25 anos, foram declarados culpados no âmbito de um processo iniciado há seis semanas num tribunal em Los Angeles.

Deleon, em particular, foi declarado culpado de ter conspirado para dar apoio material à Al-Qaeda, por receber treino militar junto daquele grupo considerado terrorista, e por cometer homicídios ou sequestros no estrangeiro.