Um grupo de ativistas despiu-se e cobriu-se de sangue falso para protestar contra o uso de casacos de pele.

O protesto organizado pela associação AnimaNaturalis tinha como objetivo mostrar toda a crueldade e injustiça que se escondem por trás desta indústria.

«Queremos que as pessoas deem mais importância a esta causa. Hoje em dia, existem tantas alternativas no que diz respeito a roupa, por isso não faz sentido usar pele de animal quando se pode perfeitamente usar outros materiais», revelou à Reuters Aïda Gascón, diretora da associação em Espanha.

«Quantas vidas valem um casaco?», questionava ainda um dos cartazes.

A manifestação ocorreu no passado domingo, na praça Sant Jaume, em Barcelona, em Espanha.