Oito pessoas morreram esmagadas na sequência do colapso de um armazém de arroz durante as pilhagens de uma multidão de sobreviventes do tufão Haiyan, perto da cidade devastada de Tacloban, disse fonte oficial filipina.

«Uma parede dos nossos armazéns ruiu e oito pessoas foram esmagadas tendo morte imediata» na terça-feira, indicou Rex Estoperez, porta-voz da Autoridade Nacional de Alimentos.

Polícia e soldados guardavam o armazém daquela agência governamental, situado na cidade de Alangalang, a 17 quilómetros de Tacloban, mas não conseguiram travar a multidão que levou mais de cem mil sacos de arroz, disse Rex Estoperez.

O desespero da população também se registou no aeroporto. Milhares de habitantes de Tacloban tentam a todo o custo deixar a cidade. Alguns acabaram por causar um tumulto na manhã desta quarta-feira no aeroporto, implorando para embarcarem num dos raros aviões que deixam a cidade.