A Agência Meteorológica do Japão emitiu um alerta amarelo de tsunami depois de ter sido registado um sismo de 7.1 a 370 quilómetros da costa e 10 quilómetros de profundidade, segundo o Instituto de geofísica norte-americano.

Um tsunami com 30 centímetros de altura atingiu a costa nordeste do Japão. Esta onda de fraca amplitude foi sentida em Ishinomaki, na prefeitura de Miyagi, uma vila destruída pelo tsunami gigante de 11 de março de 2011.

A vaga chegou também a outros locais da prefeitura, precisou a cadeia de televisão, citada pela Agência France Presse.



As autoridades japonesas desativaram às 04:05 de sábado (20:05 de sexta-feita em Portugal) o alerta de tsunami lançado após o sismo. O sismo teve lugar às 02:12 locais (18:12 em Portugal) no mar frente à costa de Fukushima e motivou um alerta de tsunami nas prefeituras de Iwate, Miyagi, Fukushima, Ibaraki e Chiba.

A Agência Meteorológica do Japão explicou que, apesar do alerta, se calculava que a subida do mar não seria superior a um metro, pelo que não se esperavam danos.

Notícia atualizada às 21:00