Washington vai enviar cerca de 600 soldados para a Polónia e os países Bálticos para sublinhar o seu compromisso com os aliados da NATO, num contexto de tensão com a Rússia por causa da Ucrânia, anunciou o Pentágono, esta terça-feira.

Uma companhia de 150 soldados da 173.ª Brigada Aerotransportada do exército norte-americano, sediada em Itália, chegará na quarta-feira à Polónia e cerca de 450 soldados são esperados nos próximos dias na Estónia, na Lituânia e na Letónia, no âmbito de uma nova série de exercícios que deverão decorrer pelo menos até ao final do ano, disse o contra-almirante John Kirby, porta-voz do Pentágono, em conferência de imprensa.

«Desde a agressão da Rússia à Ucrânia, temos estado constantemente a analisar formas de tranquilizar os nossos aliados e parceiros», disse Kirby.