O líder do principal partido da oposição grega (Nova Democracia), Antonis Samaras, afirmou este sábado que o Governo está a tentar mostrar que o programa que assinou com o Eurogrupo é um «êxito», apesar de ser em «condições muito piores».

«Tsipras e o seu Governo estão a tentar demonstrar que o regresso ao memorando que assinaram ontem [sexta-feira] é um êxito para o país. No fundo, é voltar ao mesmo lugar, mas em condições muito piores», assegurou Samara, em comunicado, após o primeiro-ministro, Alexis Tsipras, ter discursado na televisão.

Samaras destacou que o Executivo tinha dito que acabaria com o resgate e com a troika «e afinal assinou um prolongamento por mais quatro meses, com outro nome, e trata com a mesma troika».