Duas pessoas morreram e seis outras ficaram feridas, entre as quais um soldado, este sábado, na sequência da explosão de bombas e de disparos na cidade portuária de Tripoli, no norte do Líbano.

Uma pessoa morreu e outras duas sofreram ferimentos na sequência da explosão de um engenho, indicaram fontes da segurança local. Ao final do dia, uma troca de tiros entre sunitas e alauitas viria a causar uma outra vítima mortal e quatro feridos, noticiou a agência oficial chinesa Xinhua.

A violência sectária em Tripoli, a segunda maior cidade libanesa, a 85 quilómetros a norte da capital Beirute, tornou-se mais frequente e mortífera com o início do conflito sírio em 2011.

Os sunitas no Líbano, que apoiam a rebelião na Síria, opõem-se à administração do Presidente sírio, Bashar al-Assad, que é alauita.