Ashya King, o rapaz com um tumor que foi levado pelos pais de um hospital britânico, tem 70% de hipóteses de sobreviver, afirmam os médicos checos, citados pela AFP.

O menino de cinco anos já está no Centro Terapêutico de Protões (PTC) em Praga, onde chegou esta segunda-feira acompanhado pelos pais.

O chefe de hematologia e oncologia clínica do hospital infantil Motol, onde Ashya foi examinado, afirmou que a criança poderá receber o tratamento por protões já na próxima semana. O tratamento de 30 sessões de radioterapia com protões está prevista começar a 15 de setembro e deve durar seis semanas.

A terapia com protões é mais precisa do que a radioterapia tradicional, permitindo aos médicos aplicar doses mais elevadas de energia no tumor, poupando o tecido saudável circundante.

De acordo com a PTC, o procedimento custa cerca de 65 mil euros na República Checa, enquanto que nos EUA custaria 108 mil euros.