Mais de 1.000 pessoas foram detidas e 30 crianças resgatadas a traficantes de seres humanos em 34 países europeus em setembro numa operação sem precedente contra o crime organizado, anunciou esta quarta-feira o serviço europeu de polícia Europol.

«A operação 'Arquimedes' é um êxito na luta concertada contra as estruturas do crime organizado na Europa. A escala desta operação não tem precedente», disse à imprensa o diretor da Europol, Rob Wainwright, na sede da organização em Haia.

Mais de 300 «ações individuais» foram realizadas em uma centena de localidades europeias contra setores do crime organizado como o tráfico de seres humanos, o tráfico de heroína e cocaína, o cibercrime e a organização de imigração ilegal.