Um drone, com origem no México, carregado com droga, despenhou-se esta semana em Santo Isidro, nos Estados Unidos, de acordo com a polícia de Tijuana, segundo a CNN. O drone não terá suportado o peso da droga e caiu.

Mais do que uma entrega de droga abortada, a deteção do drone abre toda uma nova página no tráfico de droga que, entre o México e os Estados Unidos, é feito muitas vezes a partir de túneis escavados de um lado ao outro da fronteira.

Para além disso, o uso de drones pelos cartéis de droga levanta ainda outra questão: a segurança dos agentes policiais. As autoridades têm conhecimento de que os cartéis de droga já usam drones como forma de vigilância.

«Os cartéis têm fundos e criatividade ilimitada». Os drones são aparelhos voadores não tripulados de dimensões reduzidas. Através de um dispositivo de GPS – como este que foi encontrado – podem chegar a um determinado destinado sem necessidade de intervenção humana.