Um trabalhador morreu eletrocutado e outro ficou ferido nas obras para a Cimeira do grupo dos 77 (G77) países em desenvolvimento e China, que se realiza no fim-de-semana em Santa Cruz, no leste da Bolívia, informaram fontes oficiais.

A vítima, de 23 anos, sofreu «uma descarga elétrica» enquanto trabalhava no edifício da Fexpocruz, onde terá lugar a cimeira, disse aos jornalistas o subcomandante nacional da polícia, Rosalío Álvarez.

O outro trabalhador, que sofreu ferimentos, foi transportado para um centro hospitalar, estando a ser investigadas as circunstâncias em que ocorreu o incidente.