Pelo menos 26 pessoas morreram num tiroteio registado esta quarta-feira entre grupos criminosos rivais no estado de Chihuahua, no norte do México.

O primeiro balanço foi confirmado por um porta-voz da procuradoria, Félix González, de seu nome, em declarações à estação Milenio Televisión, citada pela agência noticiosa Efe.

O delegado afirmou que a batalha ocorreu perto da comunidade de Las Varas, no município de Madera.

O saldo "preliminar" é de "26 pessoas falecidas", todas civis armados.

O jornal El Diario, da província de Chihuahua, refere que a batalha terá ocorrido cerca das 5:00 locais (meio-dia em Lisboa). Além dos mortos, três pessoas terão ficado feridas. A polícia terá apreendido cerca de 20 armas, incluindo pistolas e espingardas de calibre grosso, dez carros, granadas e equipamento tático.

O jornal mexicano, citado pelo Business Insider, assinala que a polícia chegou ao local e ficou debaixo de fogo, num tiroteio entre grupos armados dos cartéis de droga Sinaloa e o La Linea, tido como braço armado do cartel Juarez.

Há algumas semanas, refere o jornal, ocorreu um ataque contra uma esquadra da polícia no povoado de Las Varas, no qual morreram dois polícias. Também na localidade foi encontrada uma vala comum com pelo menos oito cadáveres.