Um rapaz de 14 anos matou um homem depois de, alegadamente, ter sido contactado pelo Facebook para cometer o crime, que ocorreu em Tijuana, no México.
 
De acordo com as autoridades, citadas pela agência France Presse, o menor terá recebido uma oferta de 31.000 pesos (cerca de 1.700 euros) para matar um desconhecido.
 
“A criança disse que foi contactada por uma pessoa através do Facebook”, contou o coordenador da investigação aos jornalistas, na noite de terça-feira.
 
Os procuradores dizem que o menor foi apanhado em flagrante quando tentava fugir do local do crime, num bairro de Tijuana, cidade que faz fronteira com a Califórnia, Estados Unidos.
 
Segundo contou o rapaz, o encontro com o “contratante” ocorreu num táxi, onde “lhe foi entregue uma arma” e de onde “apontaram para a pessoa que teria de matar”.
 
Quando saiu da viatura, que parou num bairro conhecido pelos muitos bares e tráfico de droga, dirigiu-se à vítima, um homem de 35 anos, e atingiu-o a tiro na cabeça.
 
Nos últimos anos, registaram-se alguns crimes cometidos por menores no México, um deles particularmente violento e que chocou o país.
 
Em dezembro de 2010, um rapaz de 14 anos confessou ter matado quatro pessoas quando trabalhava como assassino contratado para um gangue de droga.
 
Os cartéis mexicanos são conhecidos por recrutarem menores para trabalhar como “halcones” (falcões), normalmente apenas para os avisarem sempre que existam movimentos suspeitos das forças de segurança ou de outras pessoas.

(Nota: fotografia meramente ilustrativa de uma detenção sem correspondência com esta notícia)