A NATO está a analisar um pedido dos Estados Unidos para o envolvimento de aviões-radar da Aliança na coligação que combate o grupo extremista Estado Islâmico na Síria e no Iraque, anunciou o secretário-geral, Jens Stoltenberg.

“Posso confirmar que recebemos um pedido dos Estados Unidos para dar apoio aos esforços da coligação e ajudá-los com aviões de vigilância AWACS da NATO”, disse Stoltenberg, na apresentação do relatório anual da Aliança Atlântica.

“Estamos a avaliar esse pedido, é uma decisão que será tomada pelos 28 aliados”, acrescentou o secretário-ger