O Governo de Macau ordenou a proibição de venda de um óleo alimentar produzido em Taiwan que terá sido adulterado na origem, nomeadamente com matérias-primas de má qualidade como gorduras.

De acordo com uma nota oficial divulgada ao final da noite de domingo pelos Serviços de Saúde de Macau, a empresa Chang Guann Co., Ltd., de Taiwan, produziu o óleo com recurso a gordura de má qualidade que foi derretida e transformada em óleo.

As autoridades de Taiwan informaram que a gordura de má qualidade é obtida através de vários processos como pela utilização de «óleos adulterados obtidos de remanescentes de comidas das pensões e restaurantes, gordura de má qualidade proveniente da transformação em óleo de vísceras de porcos, pele dos porcos e reutilização e transformação de óleo usado para fritar os alimentos através da adição e mistura de um óleo novo».