O antigo primeiro-ministro Abhisit Vejjajiva, atual líder do principal partido da oposição, foi esta quinta-feira indiciado por homicídio, em conexão com a repressão militar sobre os protestos da oposição em Banguecoque há três anos, informou a acusação.

«Nós acusámo-lo», disse Nanthasak Poonsuk, um porta-voz do gabinete do Ministério Público à AFP nas imediações do tribunal de Banguecoque onde decorreu uma audição à porta fechada.

«O tribunal aceitou ouvir o caso», afirmou.