O Supremo Tribunal do Canadá declarou na sexta-feira inconstitucionais as leis contra a prostituição e ordenou a sua alteração pelo Parlamento nos próximos 12 meses.

Os nove juízes do Supremo Tribunal consideraram, de forma unânime, que no Canadá «vender sexo por dinheiro não é um delito» e declararam que as atuais leis canadianas contra a prostituição colocam em perigo a vida das pessoas que cobram dinheiro por relações sexuais.

No Canadá, a prostituição não é ilegal, mas as autoridades locais proibiram que alguém receba dinheiro por este meio, como cita a Lusa.