Um setor do aeroporto de Landvetter, o segundo maior da Suécia, localizado na cidade de Gotemburgo, foi evacuado esta quinta-feira, devido a uma ameaça de bomba feita por telefone e após após terem sido detetados sacos de plástico suspeitos no terminal dos voos domésticos.

“Encontrámos um objeto suspeito no Landvetter e recebemos uma ameaça direta contra o nosso aeroporto“, disse uma porta-voz da operadora de aeroportos ao jornal Aftonbladet.

As primeiras informações davam conta de uma explosão ocorrida dentro do aeroporto, mas o jornal Götemborgs-Posten, que cita uma fonte da polícia, desmente estas notícias. 

A polícia detetou sacos suspeitos de plástico no terminal dos voos domésticos. As autoridades dizem que os sacos descobertos no corredor dos voos domésticos continham “material desconhecido” que teve de ser analisado por peritos em produtos explosivos.

“O pessoal tem estado em alerta máximo e o contingente policial foi reforçado”, referiu o porta-voz da polícia local, Peter Adlersson, citado pela agência noticiosa TT.

O jornal regional Göteborgs-Posten referiu ter sido encontrada uma substância explosiva designada pentyl na zona das chegadas, mas o diário digital The Local referiu que a informação ainda não foi confirmada pela polícia ou pela Swedavia, a companhia que dirige o aeroporto.

A circulação rodoviária foi de imediato desviada do terminal, enquanto os voos domésticos foram canalizados para as zonas do aeroporto geralmente reservadas às partidas e chegadas internacionais.

"A polícia decidiu isolar o terminal doméstico e a entrada do edifício do aeroporto", precisou ao The Local o responsável da Swedavia, Ulf Walling, que definiu o incidente como "um caso de polícia".