Pelo menos 18 passageiros ficaram feridos esta madrugada quando um avião saiu da pista e acabou por se incendiar ao aterrar no aeroporto de Sochi, um ‘resort’ russo no Mar Negro, informou o Ministério da Saúde russo.

"Relataram-nos que, em resultado da queda do avião no aeroporto de Sochi, há 18 feridos, três deles crianças. Não há mortos entre os ocupantes", afirmou fonte oficial em comunicado, mas ressalvando que um funcionário do aeroporto morreu de ataque cardíaco enquanto ajudava a retirar os passageiros.

Segundo a empresa russa Utair, proprietária da aeronave acidentada, a bordo do Boeing 737 estavam 164 passageiros e seis tripulantes.

O dispositivo, que voava entre Moscovo e Sochi, conseguiu aterrar à segunda tentativa, uma vez que a primeira foi abortada pelos pilotos devido às más condições atmosféricas, nomeadamente ao vento forte.

Depois de pousar, o avião saiu da pista e caiu no leito de um rio próximo, onde perdeu uma asa e parte do trem de aterragem e o motor esquerdo incendiou-se.