O presidente da câmara de Amatrice, na província de Rieti, na região de Lácio, afirmou que “metade da cidade desapareceu” na sequência do sismo que atingiu o centro do país esta madrugada.

Metade da cidade já não existe” e “há pessoas debaixo dos escombros”, afirmou o autarca de Amatrice, Sergio Pirozzi, em declarações aos ‘media’.

Sergio Pirozzi confirmou a existência de significativos desmoronamentos em vários edifícios e pontes que complicam o acesso ao local por parte das autoridades.

Pirozzi fez ainda um apelo para desimpedir as ruas o mais rápido possível para facilitar a chegada da ajuda às pessoas feridas.

Temos espaço para a chegada de helicópteros de resgate mas a prioridade é desimpedir as ruas", afirmou, lembrando que a região está sem eletricidade, o que dificulta o trabalho de resgate.

Os serviços de emergência tentam, nesta altura, retirar seis pessoas dos escombros de um edifício.