A cidade síria de Alepo está em vias de ficar cercada pelas tropas de Damasco e arrisca-se, apesar do cessar-fogo, a sofrer o destino de Srebrenica, em 1995, numa alusão ao massacre de mais de oito mil bósnios, em julho de 1995, pelos sérvios da Bósnia. O alerta foi dado por várias organizações não-governamentais, esta quinta-feira, em Washington.

“Alepo vai ser a próxima Srebrenica”, alertou Zaher Sahloul, da Sociedade Médica Sírio-Americana.

Dirigentes das associações humanitárias Oxfam, Mercy Corps ou Syrian American Medical Society estiveram reunidas na capital dos EUA, quando o governo do Presidente Barack Obama é criticado por não ajudar suficientemente os refugiados sírios.