Joanna Dennehy, uma britânica de 31 anos, de Peterborough, admitiu em tribunal ter matado três homens.

Os crimes deram-se no espaço de pouco mais de uma semana, já que uma vítima terá sido morta entre 19 e 29 de março e as outras duas no dia 29 março.

Os três homens, de 31, 48 e 56 anos, foram mortos com facadas e os corpos lançados para valetas.

A mulher assumiu ainda a tentativa de homicídio de outros dois homens, no início de abril.

Levada perante o juiz, Joanna Dennehy, foi clara ao assumir os crimes: «Eu declaro-me culpada e é isso», cita a BBC.

A defesa acabou por ficar surpreendida com estas declarações tão diretas, mas, Joanna Dennehy manteve-se firme nas suas afirmações e contestou que o seu advogado adiasse a confissão: «Não volto cá para fazer o mesmo. É muito longe só para vir cá dizer a mesma coisa», como conta o «Telegraph».

Menos certezas existem quanto a saber se a alegada «serial killer» agiu sozinha. O seu companheiro negou as duas tentativas de homicídio e recusou tê-la ajudado a esconder os três cadáveres.