Um norte-americano, trabalhador de uma organização não-governamental, foi sequestrado na sexta-feira à noite na cidade nigerina de Abalak, sendo depois levado para o Mali, disse à agência AFP uma fonte ligada à segurança do país.

“É demasiado cedo para determinar a identidade dos sequestradores, que regressaram ao Mali. As autoridades colocaram a região em alerta máximo”, disse a mesma fonte, sob condição de anonimato, acrescentando que "pelo menos duas pessoas morreram durante uma troca de tiros" quando o refém foi levado.

"Todas as estradas para o Mali estão a ser monitorizadas", acrescentou.

É a primeira vez que um norte-americano é sequestrado no Níger.

As extensas e porosas fronteiras do Níger tornam o país ocasionalmente vulnerável à violência armada que atingiu nações vizinhas, incluindo o Mali.

O norte do Mali, que esteve sob o controlo de grupos ligados à Al-Qaida em 2012, antes de uma intervenção militar liderada por franceses os expulsar, continua a ser alvo de ataques extremistas.