Dois homens, um australiano e outro norte-americano, foram sequestrados na noite de domingo por homens armados em Cabul, capital do Afeganistão, segundo as autoridades locais.

Os dois homens foram levados por cerca de cinco homens armados, de uma rua nas proximidades da Universidade de Cabul. De acordo com a agência Reuters, são desconhecidos os responsáveis pelo rapto.

A embaixada australiana em Cabul confirmou que um dos homens é proveniente do país, mas recusou-se a avançar mais informações por questões de segurança.

Em comunicado, o departamento de relações externas da Austrália explicou que já aconselhou os cidadãos a não viajarem para o Afeganistão:

Continuamos a aconselhar os australianos a não viajar para o Afeganistão por uma questão de segurança e por haver uma séria ameaça de sequestro a cidadãos.”

Também a embaixada norte-americana referiu, em comunicado, que o segundo cidadão era dos Estados Unidos, mas não adiantou mais comentários sobre o assunto também por questões de segurança.

Os sequestros continuam a ser uma ameaça crescente no Afeganistão, sendo os cidadãos do país os mais afetados. No entanto, os cidadãos estrangeiros também começam a ser um alvo frequente. 

Em junho, a polícia afegã aconselhou os cidadãos do exterior, que vivem em Cabul, a não sair de casa, ou, no caso de saírem, viajarem com seguranças.