A comissão senatorial dos EUA para os Negócios Estrangeiros aprovou na quarta-feira uma resolução que autoriza um ataque militar à Síria, com a justificação de um alegado uso de armas químicas por parte do regime de Damasco.

Com 10 votos a favor e sete contra, e uma abstenção, a comissão aprovou uma proposta bipartidária, o que representa uma importante vitória política para o Presidente Barack Obama

A sessão plenária do Senado deve votar o documento na próxima semana, ficando a faltar a sua discussão e votação posterior na Câmara dos Representantes.

Esta foi a primeira votação a favor do uso da força desde outubro de 2002, quando o Congresso aprovou a invasão do Iraque, e a quarta vez desde a guerra do Vietname.

Obama pediu autorização ao Congresso para fazer um ataque militar para castigar o alegado uso de armas químicas por parte do regime sírio do Presidente Bachar al-Assad, em 21 de agosto passado, que causou mais de 1.400 mortos, citado da Lusa.