A incidência de cancro do colo-retal em pessoas com mais de 50 anos baixou nos Estados Unidos, mas a doença tem aumentando entre os que têm entre 20 e 49 anos, de acordo com um estudo hoje publicado.

A incidência deste tipo de cancro diminui, entre 1998 e 2006, cerca de três por cento entre os homens e 2,4% entre as mulheres, com mais de 50 anos, devido sobretudo a um aumento dos exames de despistagem (nomeadamente a colonoscopia), recomendados a adultos a partir desta idade, referem os autores da investigação, publicada no «Journal of the American Medical Association».

Estatísticas norte-americanas de 1975 a 2010 demonstram que, neste período, houve uma diminuição da incidência do cancro do colo-retal de 0,92% por ano, tendo sido de 1,03% entre os homens e 0,91% entre as mulheres.