«Falamos de sanções adicionais, de esforços suplementares (…) Não vamos ficar sem fazer nada e caucionar este tipo de comportamento extremamente cobarde em detrimento da soberania e da integridade de uma nação», declarou o chefe da diplomacia norte-americana no final de uma reunião com o seu homólogo britânico, Philip Hammond.